Campo Grande-MS 22.08.2017
Prós e contras do ensino à distância
Quinta-Feira, 14.01.2016 às 12:00
Prós e contras do ensino à distância
Sai mais barato estudar via internet. O aluno não tem o custo do deslocamento
Dirceu Minetto *
Para o Portal Top Vitrine
Divulgação
Dirceu Minetto

A educação à distância cresce vertiginosamente no Brasil e no mundo e teve um salto nos últimos anos.

 

Segundo dados do Censo da Educação Superior, divulgado em 2013, as matrículas de bacharelado, licenciatura e cursos superiores tecnológicos à distância já somam mais de um milhão.

 

Clique sobre a imagem para ampliá-la

 

Porém, o EAD tem algumas características interessantes e peculiares que devem ser observadas.

 

Dentre elas é possível destacar tanto aspectos positivos quanto negativos.

 

Listei abaixo alguns que acredito valer um olhar atento e uma discussão saudável sobre o segmento:

 

Custo para o aluno

 

Sai muito mais barato estudar via internet, pois o aluno não tem o custo do deslocamento até a escola, não paga estacionamento, economiza com lanches, além de outros gastos. Além disso, ao economizar com deslocamentos, pode usar todo esse tempo a mais para estudar.

 

Adequação à disponibilidade de horários

 

Fazer um curso que acontece somente às quintas à noite pode ser um problema se o interessado não tiver essa disponibilidade. Com o EAD, ele pode estudar a hora que quiser, onde estiver.

 

Acesso a bons professores

 

Outra característica importante é a possibilidade de ter aulas com professores que se encontram geralmente em grandes centros, mesmo estando em uma cidade do interior, por exemplo. Em complementação ao primeiro item, uma aula de um bom professor sai muito caro e demanda um número mínimo de alunos. Se a aula for gravada, poderá ser replicada inúmeras vezes e isso diluirá o custo inicial. Sairá menos oneroso para o aluno e o professor ganhará mais.

 

Ritmo de estudos

 

Uma turma de alunos nunca é homogênea, alguns têm facilidades em determinada parte do conteúdo, outros noutra. Por meio do EAD, cada um impõe seu próprio ritmo ao aprendizado, assistindo a mesma aula várias vezes até sanar todas as dúvidas.

 

Dificuldade de adequação

 

As gerações acostumadas com um professor à frente da turma, quadro negro e etc, poderão ter alguma dificuldade na mudança do método de aprendizagem. Nem todas as pessoas se adaptam facilmente. As novas gerações, principalmente os millenials (geração da internet), já têm essa facilidade.

 

Disciplina e foco

 

É uma desvantagem também, pois a possibilidade de estudar em qualquer lugar e a qualquer hora pode estimular a procrastinação reiterada. Também é negativo o fato de estudar com o computador via internet e o hábito de checar e-mails e redes sociais a todo momento desvia a atenção do aluno.

 

Resolução de dúvidas

 

Em uma aula presencial, as dúvidas são resolvidas na hora. Em aulas à distância, nem sempre é possível. Em transmissão ao vivo para muitas pessoas, geralmente se faz uma seleção das principais perguntas. Se forem aulas gravadas, é necessário enviar a pergunta e esperar pela resposta.

 

Uma maneira de agilizar esse processo é a exposição de aulas e cursos em plataformas que permitam interação por meio de chats, por exemplo, onde o aluno faz a pergunta e o professor é notificado na hora, podendo responder pelo celular mesmo. Ao responder, o aluno também recebe a notificação do sistema.

 

Como disse no começo, o Ensino à Distância apresenta crescimento e um grande potencial para avançar ainda mais nos próximos anos, rompendo barreiras físicas e disseminando conteúdo de qualidade.

 

Além disso, é importante lembrar que o país assumiu metas ousadas no Plano Nacional de Educação para serem alcançadas até 2024, visando a diminuição das desigualdades históricas encontradas no Brasil.

 

Grande parte desses avanços se dará, certamente, com o uso das possibilidades oferecidas pela Educação à Distância. Portanto, é preciso estudar o segmento, entender suas necessidades e oferecer ao mercado produtos que permitam um aprimoramento do setor educacional no Brasil.

 

* Dirceu Minetto é CEO e fundador da Edumais, possui 20 anos de experiência como professor em escolas como SENAI e SENAC. Em 2003, fundou, junto com um sócio, o CETEC, curso preparatório para concursos em Porto Alegre. Em 2008, com três sócios, fundou o Cetecnet, empresa de vídeoaulas para concursos públicos. Em 2012, analisando e acompanhando o mercado de cursos online, a expansão da internet em banda larga, a aceitação do brasileiro pelas redes sociais e identificando a educação como um grande nicho a ser explorado, Dirceu Minetto resolveu iniciar o business plan do que, hoje, é a Edumais.

22 AGOSTO - SEX
Setor privado também tem de se armar para a guerra cibernética
02 DEZEMBRO - SEX
A guerra da internet
30 MARçO - SEX
Banco de bolso
11 SETEMBRO - QUA
Yahoo lança novo logotipo
Busca Detalhada
Utilize a busca avançadas do site para encontrar o que deseja em termos de noticías.